quinta-feira, 28 de abril de 2016

Isis Bez Birolo


ISIS BEZ BIROLO tem qualidade, talento, força musical. Seus CDs demonstram isso. Canções MPB e pop rock boas de se ouvir, diferentes, que podem entrar em novelas, rádios de todo Brasil, com muito sucesso. Arrisco a dizer que pode se tornar, em pouco tempo, um nome bem conhecido na música brasileira.
Além de boa instrumentista, canta muito bem e possui a cara da nova MPB nacional.
Há um toque pessoal no feeling de suas músicas que não se repetem, e isso dá uma personalidade própria. Raros são os bons cantores que compõem com qualidade. Isis nos presenteia com músicas diferentes, muita originalidade, bastante força e ótimo conteúdo. Muito bons trabalhos.”  
Hugo Bellard – Arranjador/Maestro


Cantora, compositora e produtora musical: nasceu em Criciúma, reside em Siderópolis/SC. Começou a tocar violão em 1990,  aos  8 anos de idade, ao receber o instrumento como presente de aniversário. A partir daí, tornou-se companheiro inseparável para toda a vida.
Em 1999, fez a primeira apresentação profissional, aos 17 anos, e agradou em cheio ao público que prestigiava a noite de MPB. Devido ao reconhecimento precoce, foi contratada e começou a atuar em um bar da cidade natal.

Apresentações começaram a ocorrer em outros bares, shoppings, casas de cultura, teatros, intercâmbios culturais, festas de empresas e populares, em toda região sul do país, além São Paulo/SP e cidades da Argentina.
Na Conexão também toca Isis Bez.

Primeiro CD – PULSAÇÃO
Álbum e vídeo-clipes:

Segundo CD – RETRATO
Álbum: 

Palcomp3:


                   
Eduardo Maestro – Assessoria de Imprensa e Relações Comerciais  

Escritório: 11 2914 76 01 / 77 03
WhatsApp: 11 9 9472 8668
Skype: eduardo.maestro1  

terça-feira, 26 de abril de 2016

Marcelo Werner

O cantor catarinense Marcelo Werner, lança sua nova música de trabalho. Cartas da Sorte, letra inspirada em fatos reais, em melodia que nos remete aos clássicos do sertanejo. Com um timbre que casa perfeitamente com aquilo que pede a música, Marcelo Werner,  interpreta a moda com toda sua emoção.

Ouça na Conexão.

sábado, 23 de abril de 2016

Para de Marra


Em 2015, surge um furacão na música brasileira com sua mistura de romantismo, samba e pagode, ao mesmo tempo antenado nos anos 90 e reverenciando a geração dos grandes sambistas e compositores dos anos 80, o Grupo Para de Marra aparece de Teresópolis no RJ para tomar de assalto o país e quem sabe o mundo com seu talento e bom gosto na música.
JôJô no tantan, Lucas no surdo, Will na Voz principal, Vitão no pandeiro e Iuri no violão; O destino os uniu para formarem o grupo Para de Marra que conta com um repertório musical atualizado aos novos tempos prometendo sacudir e agitar as casas de shows com seu pagode alegre, dançante e com muito swing, com letras românticas e sentimentais, encantando o público por onde passa com seu carisma todo especial.
Will, compositor e intérprete de todos os gêneros desde os 10 anos de idade, teve a sua primeira investida profissional como cantor e compositor dos sucessos " A Real" , "Meu Anjo" e "Simplesmente Sincero", músicas estas, de estilo pop music.
Reunindo amigos que há mais de 10 anos acreditam que a fila do sucesso é longa mas que com o toque de perseverança, responsabilidade e profissionalismo, acreditam que o objetivo será alcançado. Hoje o Para de Marra com uma proposta voltada ao samba e pagode, que tá na sua veia, apresenta-se com a união de Will, JôJô, Lucas, Vitão e Iuri , cantor e músicos profissionais que falam todos a mesma linguagem através da boa música.

Hoje juntos estão lançando o primeiro CD do Para de Marra com músicas inéditas e agradáveis ao público de todas as faixas etárias, onde, de cara já apresentam nas emissoras de rádio uma grandiosa obra de título "Fim Iminente", provando que não basta ter talento, tem que perseverar e que quando Deus quer unir, ninguém separa..e foi assim que aconteceu.

Ouça na Conexão "Fim Iminente" com o "Grupo Para de Marra"

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Henrique e Aniéli


23 de agosto de 2008 é o dia que ficará marcado na carreira de Henrique & Aniéli.
Saídos há exato um ano da natal Guaporé, no Rio Grande do Sul, os dois tinham imensa dificuldade para deixar a área de apresentação do show que acabavam de realizar. Tiveram que pedir um cerco da segurança e dos policiais que vigiavam o evento para chegarem à van que os levaria de volta ao hotel. Fazia um ano que mudaram com mala, violão, microfone e coragem para São Paulo, para colocar a carreira à prova. Era a noite da coroação, na Hollywood brasileira da música sertaneja, a paulista Barretos. Em sua celebração mais tradicional, a Festa do Peão.
Henrique tinha 23 anos e Aniéli, 15, à ocasião. Idade não era problema para eles – começaram aos 12 e 4, respectivamente. Naquela noite, era a consagração não só do show, mas do primeiro disco que lançavam, “Pé na Estrada”, naquele mesmo ano.
A dupla, em 2015 lançou “No fim a gente se Encontra”.
A dupla começou em 97, quando para o Dia das Crianças Henrique trocou o videogame que seria seu presente por um teclado. Ele tinha 12; ela, 4. As composições, desde então, trafegam pelo sertanejo (sempre), mas com acentos harmônico e melódico pop e um ingrediente especial, o vanerão gaúcho tradicional da região onde nasceram, na Serra.
Dez anos depois, uma tia os abrigou quando decidiram aportar em São Paulo. Na bagagem, um CD demo, caras e coragem. “Nós já tínhamos uma carreira forte no Sul. Fazíamos muitos shows, tínhamos banda, bailarinos, mas era preciso dar um passo maior”, conta Henrique.
A coragem que os acompanhou na noite mágica um ano depois, no Festival do Peão, os colocou entre os escolhidos para estrelarem o CD que registrava a festa daquele ano. O trabalho teve venda superior a 50 mil cópias e lhes trouxe o primeiro disco de ouro.
As portas se abriram, e logo começaram a fazer shows de abertura para as duplas ou cantores mais consagrados do gênero, de Victor e Léo a Michel Teló, passando por Luan Santana e Bruno e Marrone.
Dos últimos vem um dos principais troféus de Henrique. Ao menos que ele considera. Ao final de uma das apresentações, Bruno disse ter gostado tanto do show da dupla que resolveu presentear Henrique com a correia de seu violão. Praticamente um gesto de passagem de bastão para a nova geração que ele via nascer ali.
Em 2010, veio o CD com dois singles, “Que Momento” e “Eu Quero Só Alegria”. No ano seguinte, reuniram material de carreira e lançaram trabalho ao vivo. No ano de 2014, mais hits lançados;”Tá Sem idéia” e “O que que é isso”.Músicas que levaram a dupla a mais programas de Televisão e rádios, inclusive uma participação no Programa Quem Fica em Pé da Rede Bandeirantes, apresentado pelo Datena, que elogiou muito a dupla durante o programa.
E o espírito de fazer música com muito amor e carinho é reforçado pelos lançamentos de um EP com canções românticas em 2015, a primeira delas “Pra Sempre aqui”.

Henrique e Aniéli toca na Conexão.




terça-feira, 5 de abril de 2016

Adilson Gonçalvez


Adilson Gonçalvez é músico, compositor, violonista, arranjador, produtor, letrista, regentenasceu na cidade de Leme/SP e está radicado em São Paulo.

Em 2014, gravou o primeiro DVD: “Adilson Gonçalvez ao vivo – Nômade do Tempo”. O show aconteceu no moderno e elegante Teatro Municipal de Paulínia.

O trabalho com essência na MPB possui influências mundiais de jazz, flamenco, música erudita, rock além de sonoridades regionais presentes nos arranjos e nas composições. No repertório, músicas de CDS anteriores, canções inéditas e releituras de compositores consagrados.

O estilo forte ao violão e à viola, suas marcas características, têm grande destaque, assim como a releitura de “Aiaiaiaiai” - Ivan Lins/Victor Martins, a inédita “Eu Vou Lá” - Carlos Colla/Michael Sullyvan/Zenth, com participação do guitarrista Ricky Frlani e uma releitura instrumental de “Trenzinho Caipira” - Villa Lobos o que lhe remete às boas lembranças de suas origens no interior de São Paulo.

O trabalho teve a direção do produtor e cineasta Italiano Cristiano Stern. A concepção geral, produção musical e artística é assinada pelo próprio Adilson Gonçalvez.

Virtuosismo e sensibilidade à flor da pele aliados a um show de entrega total às interpretações, momentos de profundo lirismo, com climas inusitados e muita sinergia com o público.

Um show rico em elegância, MPB de muita qualidade, com requinte em todos os detalhes: arranjos, composições, vestimenta, cenário e interpretação.


SHOWS REALIZADOS PELO BRASIL E EUROPA:
·         SESC´s (Paulista, Campinas, São Carlos, Araraquara, Itaquera, entre outros)
·         FNAC São Paulo, Livraria Cultura, Masp, Casa Das Rosas
·         grandes casas em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais
·         tour pela Europa: França, Espanha, República Tcheca e Portugal.

DISCOGRAFIA
*”Sem Fronteiras” / 2005
*”La Soledad” / 2010 - http://tratore.com.br/um_cd.php?id=5357
*Single – “Sex on The Beat” / 2014 http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=6809
*EP Asas e Raízes. Lançamento digital / 2014 http://www.tratore.com.br/um_cd.php?id=6810
*Trilha sonora “A Resposta da Terra” lançado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável  Rio+20 / 2012https://www.youtube.com/watch?v=hZeDZvmXQxs
*DVD “Nômade do Tempo - Adilson Gonçalvez Ao Vivo” / 2015https://www.youtube.com/channel/UCrTzvaNrtWP4t5uD_2Uf8qA


 O MÚSICO QUE É MAESTRO
O multifacetado artista além de shows carreira-solo, desenvolve inúmeros trabalhos de regência e coral para o CORAL AGUAI, da cidade de Aguaí/SP.

Além de diversas localidades pelo Brasil, já se apresentaram em Barcelona/Espanha, Paris/França, Praga/República Tcheca:

Na Conexão toca Adilson Gonçalvez. 

Eduardo Maestro – Assessoria de Imprensa e Venda de Shows

F: 11 2914 76 01 / 2914 77 03
11 9 9472 8668 (whatsapp)
eduardo.maestro1 (skype)