terça-feira, 31 de maio de 2016

quarta-feira, 25 de maio de 2016

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Cris Monteiro


"Mulher no Comando" com Cris Monteiro na Conexão.
Redes sociais 
Facebook :Cantoracrismonteiro
Instagram : @crismonteirooficial 

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Duovert


Resumo
O projeto começou em Dezembro de 2009 com contornos profissionais e contou com a
participação do produtor musical Alceu Saladino. O foco é fazer diferença no segmento musical, unindo o rock contemporâneo a letras e melodias inovadoras, com cunho social, lúdico e ético.
História
O DuoVert começou a ser escrito cerca de dez anos atrás: Cleiton era um jovem
apaixonado por guitarra e estudava e tocava numa comunidade cristã na cidade de Contagem – MG. Rafael era também um garoto que gostava muito de bateria e ainda novo se destacava como músico na igreja batista à qual freqüentava. Ambos tinham um amigo em comum, que cantava super bem, Ronaldo. Através deste amigo, todos se reuniram e se dispuseram a começar uma banda: Mestria.
Formada no ano de 2000, Mestria era uma banda de metal progressivo nos moldes de
Dream Theater, Symphony X e Deep Purple. Após o primeiro ano, já com baixista e tecladista, gravaram um CD demo, para inscrição em festivais. No ano de 2002, ganharam um festival em BH: 1º Festival Mineiro de Bandas, realizado na casa de shows Matriz, o que lhes deu a oportunidade de encerrar o Dia Mundial do Rock no ano seguinte no Lapa Multishow, ao lado da banda Scarcéus, também de Belo Horizonte.
Os anos se passaram, as prioridades mudando: faculdade, casamento, filhos, etc – e a
banda, aos poucos se desfez.
No final do ano de 2009, já maduros, casados e com um objetivo em comum, Cleiton e
Rafael se reencontraram. Após algumas conversas e orações resolveram começar um novo
projeto musical: Duo Vert. O projeto veio de encontro a uma nova perspectiva: uma arte mais
ampla. Tanto Cleiton quanto Rafael, já haviam experimentado compor e gravar CDs, no tempo em que não estavam juntos.
Em 2014, Gustavo Bastos, amigo de Rafael se juntou ao duo a fim de trazer novas
perspectivas: mais swing, mais dinâmica. O Duovert passou a ser um Power Trio e vem
conquistando o seu espaço a cada dia.
Confira "Animais" Duovert na Conexão.

Site: 

Vídeo na internet:


Imprensa:

Duovert
Onde o velho e o novo se misturam
Confira nossas novidades : 

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Cleiton e Camargo

"Oitava Saideira" nova música de "Cleiton e Camargo".

WEB RÁDIO CONEXÃO NO SEU CELULAR
BAIXE E INSTALE O APLICATIVO DA CONEXÃO EM SEU CELULAR OU TABLET.
ACESSE ESTE LINK E PEGUE O SEU:


quinta-feira, 5 de maio de 2016

Jads e Jadson


"Diamante Bruto" – Jads & Jadson
Por Victor e Leo
Feito eles, Jads & Jadson, que disseram "Toca um João Mineiro e Marciano" no álbum anterior, "É divino", temos dito: Toca um Jads & Jadson.
Ao ouvir este "Diamante Bruto", ficamos orgulhosos de poder falar do oitavo álbum de uma dupla que se ocupa em crescer a cada momento da carreira e o faz, mantendo diante do sucesso, a conduta que os levou à vitória, e agora nos brinda os ouvidos como nunca.
Muito bem mixado e arranjado, "Diamante Bruto" é um álbum para se ouvir e dançar mantendo os ares da apreciação, nos levando a viagens internas banhadas de emoção.
A voz de Jadson tem o crédito de Tião Carreiro, por onde o conteúdo, seja qual for, toma forma própria. Então, Jads identifica a sonoridade da dupla com cores próprias de uma segunda voz presente e sutil, alternando terças de aveludada harmonia , além de interessantes intervenções em primeira.
Estamos na 1ª faixa, "Diamante Bruto", que, romântica e "vaneramente" dançante, possui o refinamento de gema lapidada mesmo.
Na faixa seguinte, "Explícita", fica explícito que a rusticidade da dupla passeia tranquila em ritmo pop, num tema de quem sofre, mas mantém a cabeça erguida.
Então, aquele ar de Tião Carreiro pinta com força na belíssima "Mel e limão", dentro da ironia de quem bebe pra esquecer e acaba reforçando a lembrança.
Uma ótima surpresa surge na romântica "No seu mundo", com a bem casada participação de Jorge & Mateus, simples e precisa, como só poderia ser.
Agora, sejamos sinceros, todo mundo passa por aquele momento difícil, traduzido por uma música que arde no peito. A ótima "Se toca essa moda" resume tudo.
No pop romântico "Calma pra que", Jads intervém com uma frase: O que mudou em você? E nós dizemos: Se algo mudou em Jads e Jadson, mudou para melhor. E cabe frisar que, diante de sua discografia, reinventaram-se a cada passo, mantendo transparente a água de que beberam para formar sua identidade.
Não podemos ficar parados na próxima e 7ª faixa, "Tô com pressa de amar". Mas, sem pressa, vamos para o country, a la Jads & Jadson, de essência preservada na medida, ouvindo "Caminhos opostos".
Quem conheceu ou não a saga de Ana Raio e Zé trovão, em 8 segundos, vai adorar ouvir "Zé trovão", temperada com sanfona e viola.
Belíssimo arranjo de cordas permeia uma releitura surpreendente da lendária banda Kid Abelha, "Lágrimas e chuva", onde só uma dupla versátil consegue manter identidade e bom gosto.
Tem bolero? Espere até ouvir a 12ª faixa, "Inevitavelmente", trazendo influências tradicionais e regionais, com Jads dividindo primeira voz com o irmão, primorosamente.
Para os corações endurecidos, "Bruto e Capiau" é a balada certa.
E não poderia faltar uma guarânia num álbum que, tão bem cuidado, se propõe a mostrar as diversas vertentes do universo sertanejo, desde a sua mais enraizada vertente às suas menções contemporâneas. Para isso, temos "Olhos rasos d'água".
E por falar em vertente, uma pegada de rock fará o coração bater mais forte na última e 15ª faixa, "Batimentos".
Em suma, entre os raros trabalhos musicais onde não se pulam faixas, ouvimos por inteiro e de novo, "Diamante Bruto", precioso e lapidado para marcar um tempo, para marcar nossas vidas. Jads & Jadson, a arte, gritando alto em busca de personalidade, criatividade, ousadia e conteúdo, os agradece. E nós também!

Site:



Assessoria de Imprensa | Jads & Jadson
Perfexx Assessoria | www.perfexx.com.br | Tel: (11) 2615-5045
Ana Paula Aschenbach | anapaula@perfexx.com.br
Rogério Bolzan | rogerio@perfexx.com.br
Tânia Barbato | tania@perfexx.com.br
Gabriela Carvalhal | gabriela@perfexx.com.br
Camila Soares | camila@perfexx.com.br
Victoria Ragazzi | victoria@perfexx.com.br


quarta-feira, 4 de maio de 2016

DesContos de Fadas


DesContos de Fadas
“...em todos nós ainda residem a esperança, a vaidade, o lobo mau, a moral e a floresta escura.”

Organização: Maria Esther Sammarone 
Autores convidados: Bia Bernardi, Carlos Davissara, Denise Ranieri, Eder Santin, Fernando Rocha, Gláuber SoaresLaura Del Rey, Manuel Filho, Márcia Barbieri, Maria Esther Sammarone, Mariana Portela, Milton Strassa, Nanete Neves, Plínio Camillo, Rogério Terranova, Roseli Pedroso e Tracy Segal.

Data: 14/05/2016, sábado
Local: Sensorial Discos
Endereço: Rua Augusta, 2389, Jardins, São Paulo
Horário: das 15h às 19h.
Investimento: R$34,00 (trinta e quatro reais)

Editora: Alink Editora 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Brega Boy


Marcelo Amorim, tendo como nome artístico "Brega Boy" (O Bom do Brega), natural do Rio de Janeiro, teve seu inicio de carreira aos 17 anos onde participou de várias bandas de baile, transitando entre os mais diversos ritmos e estilos musicais.
Em 2007 fundou a banda Calhamback (assista no youtube), onde atuou como guitarrista, vocalista e diretor musical. Sendo que em 2014, já sentindo uma maturidade musical, deu inicio a sua carreira solo com o projeto Brega Boy, lançando o CD "De Volta Às Origens", com regravações de artistas consagrados no seguimento do Forro, Sertanejo, Arrocha e os Clássicos do Brega, tendo como música de trabalho o "Resto de Amor" já executada em programas de rádio e TV, tendo no repertório dos shows, regravações que proporcionam ao público um show dançante do começo ao fim.


Site:
http://www.bregaboy.com

Face:
https://www.facebook.com/marcelo.amorim.560

Fone:
(21) 991568556

E-mail:
hernandezguita@hotmail.com